Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Icone Notícia

Agricultura - Sexta-feira, 12 de Março de 2021

A Coordenadoria de defesa Agropecuária em parceria com o Departamento de Agricultura fazem a captura de morcegos para conter avanço da raiva no município

Raiva


A Coordenadoria de defesa Agropecuária em parceria com o Departamento de Agricultura fazem a captura de morcegos para conter avanço da raiva no município

Defesa Agropecuária do Estado iniciou nesta segunda-feira 08 de Março, uma operação contra a disseminação da raiva em animais herbívoros no município. Os procedimentos se enceram nesta sexta-feira (12), envolvendo vistorias de propriedades rurais com confirmação ou suspeita de animais contaminados com a doença e identificação de locais que servem como abrigo para morcegos hematófagos (que se alimentam de sangue).

O município confirmou que vem registrando ocorrências da doença desde o final do ano passado e nesta primeira varredura foram encontrados vários abrigos em diferentes bairros do município.

Segundo o Técnico da defesa Agropecuária SP Ismael Quadro de Oliveira, junto de outros técnicos Fulvio, Fernando, Paulo, Ângelo, Valdecir, Edi e Edwardi a região é endêmica e a vacinação é altamente recomendada, apesar de não ser obrigatória. O próprio criador deve adquirir a vacina de forma particular e vacinar uma vez ao ano e no caso de mordedura fazer o uso da pasta vampíricid, a mesma é encontrada facilmente em casa agropecuárias.

Entre os principais sintomas das espécies contaminadas estão: Afastamento do rebanho, andar cambaleante, movimento desordenados da cabeça, dificuldades respiratórias, salivação excessiva, movimentos repetitivos das patas, como se estivessem pedalando e por fim asfixia levando a morte do animal.

Os técnicos alertam ainda para que se observado um sintoma parecido com os que foram citados a cima entre em contato com Médico Veterinário imediatamente, para que ele possa dar o primeiro diagnóstico e se houver necessidade colher o material para análise. Eles pedem para que a população evite o contato com a saliva dos animais e façam a notificação sobre suspeita da doença com a vigilância Sanitária imediatamente ou centro de saúde do seu município. A RAIVA É LETAL

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...

Boletim Covid